“Mas se a ciência provar o contrário, e se o calendário nos contrariar, mas se o destino insistir em nos separar; danem-se os astros, os autos, os signos, os dogmas, os búzios, as bulas, anúncios, tratados, ciganas, projetos, sinopses, espelhos, conselhos, que se dane o evangelho e todos os orixás, serás o meu amor, serás a minha paz.”
— Chico Buarque.

Fernando Pessoa.  (via oxigenio-dapalavra)

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via oxigenio-dapalavra)

Nunca amamos ninguém. Amamos, tão-somente, a ideia que fazemos de alguém. É a um conceito nosso - em suma, é a nós mesmos - que amamos. Isso é verdade em toda a escala do amor. No amor sexual buscamos um prazer nosso dado por intermédio de um corpo estranho. No amor diferente do sexual, buscamos um prazer nosso dado por intermédio de uma ideia nossa.
Notes
1725
Posted
1 day ago

Tiago Iorc.    (via sorriso-so-risos)

(Source: cambaleei, via sorriso-so-risos)

E se tropeçar, do chão não vai passar. Quem sete vezes cai, levanta oito.
Notes
7905
Posted
1 day ago

carolrossettidesign:

Últimas postagens em português!

[texto da imagem 1] Disseram para Natália que seu estilo era inadequado para a sua idade. Natália, você é livre para expressar sua identidade através do seu corpo em qualquer idade!

[texto da imagem 2] Juliana já ouviu que só se tornou presidente da empresa porque é “bonita demais”. Seus anos de experiência, especializações e doutorado não devem mesmo ter nada a ver com isso, né, Juliana?

[texto da imagem 3] Nayana já ouviu que quando a mulher é mais alta do que o homem, o casal fica “feio”. A Nayana e o Beto transbordam felicidade, e não entendem como alguém pode achar o amor algo feio.

[texto da imagem 4] Úrsula nunca gostou de usar maquiagem. Não tem problema nenhum, Úrsula! No seu rosto, quem manda é você!

Notes
103
Posted
1 day ago

Friedrich Nietzsche.  (via oxigenio-dapalavra)

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via oxigenio-dapalavra)

O que é a verdade, portanto? Um batalhão móvel de metáforas, metonímias, antropomorfismos, enfim, uma soma de relações humanas, que de forma enfatizadas poética e retoricamente, transpostas, enfeitadas, e que, após longo uso, parecem a um povo sólidas, canônicas e obrigatórias: as verdades são ilusões, das quais se esqueceu que o são, metáforas que se tornaram gastas e sem força sensível, moedas que perderam sua efígie e agora só entram em consideração como metal, não mais como moedas.
Notes
1960
Posted
5 days ago
TotallyLayouts has Tumblr Themes, Twitter Backgrounds, Facebook Covers, Tumblr Music Player and Tumblr Follower Counter